Utilitarismo e racionalidade em Schumpeter, Keynes e Hayek: uma visão crítica

Autores

  • Daniel Feldmann Professor do curso de Ciências Econômicas da Universidade Federal de São Paulo(UNIFESP)

Palavras-chave:

História do pensamento econômico, economia política, utilitarismo.

Resumo

Neste artigo pretendemos debater a crítica de Schumpeter, Keynes e Hayek ao utilitarismo. Argumentaremos que tais críticas acabam por incidir em apreciações unilaterais e/ou idealistas do comportamento subjetivo dos indivíduos no modo de produção capitalista. Pretende-se mostrar que, ao compreenderem de forma limitada a relação entre a sociabilidade capitalista e o utilitarismo, as críticas dos referidos autores acabaram por ser insatisfatórias e frágeis tanto para explicar a força de tal fenômeno social, quanto para realizar uma crítica consistente a ele.

Referências

DOSTALER, G. Keynes and his battles. Cheltenham, UK; Northampton, MA, USA: Elgar, 2007.

EBENSTEIN, A. Friedrich Hayek: a biography. Chicago: University of Chicago Press, 2000.

HAYEK, F. “Economics and knowledge”. In: HAYEK, F. Individualism and economic order. Chicago: University of Chicago Press, 1980.

HAYEK, F. “Individualism: true and false”. In: HAYEK, F. Individualism and economic order. Chicago: University of Chicago Press, 1980b.

HAYEK, F. Hayek na UNB: conferências, comentários e debates de um simpósio internacional realizado de 11 a 12 de maio de 1981. Brasília: Editora da UNB, 1981.

HAYEK, F. Os fundamentos da liberdade. Brasília: Editora da UNB, 1983.

HAYEK, F. O caminho da servidão. Rio de Janeiro: Instituto Liberal, 1984.

HAYEK, F. Direito, legislação e liberdade: uma nova formulação dos princípios liberais de justiça e economia política, 3v.rax. São Paulo: Visão, 1985.

HAYEK, F. Hayek on Hayek: an autobiographical dialogue. Chicago: University of Chicago Press, 1994.

JEVONS, S. A Teoria da economia política. São Paulo: Abril Cultural, 1983.

KEYNES, J. M. “My early beliefs”. In: The collected writings of John Maynard Keynes. v. X. Londres: Macmillan, 1972.

KEYNES, J. M. “Art and the State”. In: The collected writings of John Maynard Keynes. v. XXVIII. Londres: Macmillan, 1972b.

KEYNES, J. M. “Can Lloyd George do it?” In: The collected writings of John Maynard Keynes. v. IX. Londres: Macmillan, 1972c.

KEYNES, J. M, “O fim do laissez-faire”. In: Col. Os grandes cientistas sociais, 2ª ed, São Paulo, Ática, 1978, p. 117.

KEYNES, J. M. “A teoria geral do emprego”. In: Col. Os grandes cientistas sociais, 2ª ed., São Paulo, Ática, 1978b.

KEYNES, J. M. A teoria geral do emprego, do juro e da moeda. São Paulo: Editora Atlas, 1992.

MOORE, G. E. Principia ethica. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1999.

PRADO, E. Complexidade: Hayek e Marx. In: Instituto de Estudos Avançados da USP, 2007. Disponível em .

SCHUMPETER, J. A. “Sociologia do imperialismo”. In: SCHUMPETER, J. A. Imperialismo e classes sociais. Rio de Janeiro: Zahar, 1961.

SCHUMPETER, J. A. Capitalismo, socialismo e democracia. Rio de Janeiro: Zahar, 1979.

SCHUMPETER, J. A. A teoria do desenvolvimento econômico. São Paulo: Abril Cultural, 1982.

SCHUMPETER, J. A. “A instabilidade do capitalismo”. In: CARNEIRO, R. (org.) Os clássicos da economia. São Paulo: Ática, 1997.

Downloads

Publicado

2015-12-01