Revisão pós-crise do Novo Consenso Macroeconômico: mais do mesmo?

Autores

  • Luiz Fernado De Paula UERJ
  • Paulo José Saraiva UFRRJ
  • Andre Melo Modenesi UFRJ

Resumo

O presente artigo efetua uma crítica à revisão do Novo Consenso Macroeconômico feita por economistas do mainstream desde a crise de 2007-08 a partir de uma abordagem pós-keynesiana. Para tanto, inicialmente são analisados os elementos teóricos que foram reafirmados pelos autores do Novo Consenso e na sequência são avaliadas as propostas de flexibilização do regime de metas de inflação e outras mudanças de política econômica proposta. Finalmente conclui-se que a essência da visão ortodoxa foi mantida e as propostas de mudança não significam uma mudança no paradigma teórico convencional, na medida em que corresponde “mais do mesmo”.

Biografia do Autor

Luiz Fernado De Paula, UERJ

UERJ

Paulo José Saraiva, UFRRJ

Professor das disciplinas de macroeconomia e economia monetária do departamento de economia e ciencias exatas do campos de Tres Rios da UFRRJ

Andre Melo Modenesi, UFRJ

UFRJ

Downloads

Publicado

2018-09-14