Do socialismo centralista ao socialismo democrático

Autores

  • Eleutério F S Prado Universidade de São Paulo

Palavras-chave:

socialismo, complexidade, planejamento centralizado, marxismo, razão burguesa.

Resumo

O texto foi lido na conferência ministrada no XIX Encontro Nacional de Economia Política, em Florianópolis, no dia 5 de junho de 2014. Contém um esforço para refutar a tese liberal de que o projeto do socialismo redunda necessariamente num autoritarismo ou, ainda pior, num totalitarismo. Para tanto, confrontam-se e se intervertem as teses de Friedrich Hayek que apelam para a noção de complexidade como o objetivo de fazer uma defesa definitiva do sistema mercantil capitalista. Ademais, mostra-se que a concepção de socialismo de Marx é inerentemente democrática, já que está baseada numa forma decentralizada organização social e na propriedade comunal – e não na propriedade estatal dos meios de produção. Com base na experiência da Comuna de Paris, Marx sustenta que os trabalhadores, quando podem, constroem sempre uma sociedade de produtores livremente associados com o fim de promover a autonomia e a liberdade de todos. A exposição se baseou em investigações inconclusas e visava promover uma retomada do debate sobre o socialismo. 

Biografia do Autor

Eleutério F S Prado, Universidade de São Paulo

Professor sênior do Departamento de Economia da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo. Especialização: marxismo e teoria da complexidade.

Referências

Adorno, Theodor W.; Horkheimer, Max – Dialética do esclarecimento. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1985.

Burczak, Theodore A. – Socialism after Hayek. Ann Arbor: The University of Michigan Press, 2006.

Freeman, Alan – An invasive metaphor: the concept of center of gravity in Economics. In: Munich Personal RePEc Arquive, nº 6812, julho de 2006.

Hayek, Friedrich – Economics and knowledge. In: Individualism and economic order. South Bend: Gateway, 1948.

_________ – The errors of constructivism. In: New studies in Philosophy, Politics, Economics and the History of Ideas. Londres: Routledge & Kegan Paul, 1978.

Hudis, Peter – Marx’s concept of the alternative do capitalism. Leiden: Brill, 2012,

Kosik, Karel – Dialética do concreto. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1969.

Lebrun, Gérard – A loteria de Friedrich Hayek – O pensamento de um intransigente (e sereno) apóstolo do liberalismo. In: Jornal da Tarde, 7 e 14 de maio de 1984.

Lukács, György – Para uma ontologia do ser social, I e II. São Paulo: Boitempo, 2012.

Maldonado Filho, Eduardo – A base econômica do socialismo de Marx. In: Anais do XXIV Encontro Nacional de Economia – ANPEC, 1996.

Marx, Karl – O capital – Crítica da Economia Política. São Paulo: Abril Cultural, 1983. Volume I, tomo 1: 1983A; volume III, tomo 1: 1983B.

_________ – Critique of the Gotha Program. New York: International Publishers, 1966.

Marx, Karl; Engels, Friedrich – A ideologia alemã. Portugal: Editorial Presença, 1980.

Prado, Eleutério F. S. – (Neo)Liberalismo: da ordem natural à ordem moral. In: Outubro, nº 18, 2009.

Sève, Lucien – Émergence, complexité et dialectique – Sur les systèmes dynamiques non linéaires. Paris : Odile Jacob, 2005.

Smith, Adam – A riqueza das nações – Investigação sobre sua natureza e suas causas. São Paulo: Abril Cultural, 1983.

Downloads

Publicado

2014-10-25