Ainda sobre as questões do desenvolvimento...

Autores

  • Fernando Correa Prado Universidade Federal da Integração Latino-americana (UNILA)

Palavras-chave:

Desenvolvimento, Pensamento Econômico Brasileiro, Brasil contemporâneo.

Resumo

Este ensaio retoma o velho tema do “desenvolvimento” e busca levantar algumas questões para a crítica desta categoria tão vaga quanto onipresente na história do pensamento econômico brasileiro. Para tanto, revisa, sumaria e pontualmente, o debate sobre desenvolvimento que se deu no pós Segunda Guerra, considerando-o como parte do projeto geopolítico relacionado com a ascensão dos EUA como potência hegemônica, em conflito e disputa com a URSS. A intenção é situar historicamente a categoria de desenvolvimento, tratando também de enquadrar a controvérsia da dependência em parte como desdobramento e em parte como superação das controvérsias do desenvolvimento e do subdesenvolvimento. Dois temas serão destacados nesta revisão a grandes traços: a questão motora por trás das análises desenvolvimentistas em todos seus matizes – “como se desenvolver” – e o estreitamento de seu horizonte utópico, que limitou o avanço de uma questão muito mais pertinente: “o que se desenvolve”.

Biografia do Autor

Fernando Correa Prado, Universidade Federal da Integração Latino-americana (UNILA)

Professor da Universidade Federal da Integração Latino-americana (UNILA). Doutorando em Economia Política Internacional na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Mestre em Estudos Latino-americanos pela Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM) e graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Membro do Instituto de Estudos Latino-Americanos (IELA-UFSC), do Laboratório de Estudos Marxistas José Ricardo Tauile (LEMA-UFRJ) e do Núcleo de História Econômica da Dependência Latino-americana (HEDLA-UFRGS). Coordenador do Grupo de Trabalho em Teoria Marxista da Dependência, ligado à Sociedade Brasileira de Economia Política. Membro do corpo editorial das revistas "Nostromo-Revista Crítica Latinoamericana" e "Rebela-Revista Brasileira de Estudos Latino-americanos". Principais áreas de pesquisa: história do pensamento latino-americano, história econômica da América Latina e teoria marxista da dependência.

Downloads

Publicado

2017-01-10