Imperialism in the Twenty-First Century, de John Smith.

Autores

  • Samuel Spellmann Universidade Estadual da Paraíba.

Palavras-chave:

crise capitalista, superexploração, cadeias produtivas globais, reestruturação produtiva

Resumo

Resenha: “Imperialism in The Twenty-First Century: globalization, super-exploitation, and capitalism’s final crisis”, de John Smith.

Biografia do Autor

Samuel Spellmann, Universidade Estadual da Paraíba.

Mestrando em Relações Internacionais na Universidade Estadual da Paraíba - UEPB. Advogado, graduado em Direito pela UEPB (2016). Foi monitor nas disciplinas de Direito Internacional Público (2016) e Direito Internacional Privado (2015). Publicou artigos nas áreas de História do Direito e de Direitos Socais. Participou como Aluno Especial na disciplina "Questão Social e Serviço Social', a nível de Mestrado Acadêmico, junto ao Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da UEPB (2016).

Referências

BARAN, Paul. A.; SWEEZY, Paul M. Monopoly Capital: an essay on the American economic and social order. New York: Monthly Review Press, 1966, 401p.

FOSTER, John Bellamy. The Theory of Monopoly Capitalism: an elaboration of Marxian Political Economy. New York: Montly Review Press, 1986, 280p.

MAGDOFF, Harry. Imperialism: from the colonial age to the present. New York: Monthly Review Press, 1978, 279p.

MÉSZÁROS, István. Para Além do Capital: rumo a uma teoria da transição. 1ª Ed. São Paulo: Boitempo, 2002, 1096p.

SMITH, John. Imperialism in the Twenty-First Century: globalization, super-exploitation, and capitalism’s final crisis. New York, Monthly Review Press, 2016, 382p.

Downloads

Publicado

2018-05-01