As origens da controvérsia da revolução brasileira: um debate entre Octavio Brandão, Mario Pedrosa e Lívio Xavier

Autores

  • Filipe Leite Pinheiro

Resumo

Neste artigo argumento que a controvérsia sobre a revolução brasileira se origina sob influência da Revolução Russa e da crise política e econômica que marca a disrupção da Primeira República. Este debate se inicia com duas formulações: a interpretação de Octavio Brandão, formulador político do Partido Comunista Brasileiro, centrada na dicotomia agrarismo e industrialismo, e na caracterização democrática pequeno-burguesa da revolução brasileira; e a de Mario Pedrosa e Lívio Xavier, formuladores políticos do Grupo Comunista Lenin, tendência trotskista que inicia a caracterização do desenvolvimento brasileiro como processo capitalista e a revolução brasileira como socialista. Em meio à disputa prática sobre a direção política dos trabalhadores na Primeira República, também originam-se as primeiras teorias sobre o desenvolvimento da formação econômico-social brasileira em termos marxistas.

Downloads

Publicado

2019-01-11