Transições do Capitalismo ao Socialismo e/ou Pós-Capitalismo no Século XXI

breve síntese do debate

Autores

  • Eduardo Martins Ráo União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa (Unisepe)

Palavras-chave:

capitalismo, pós-capitalismo, socialismo, transição, crise

Resumo

O objetivo deste artigo consiste em realizar uma breve síntese do debate acerca das teorias que se propuseram a fazer uma reflexão crítica sobre os processos de transição do capitalismo para o socialismo e/ou pós-capitalismo no século XXI. Em face de um conjunto amplo de estudos e analistas, procedeu-se com a delimitação de cinco abordagens que consideramos estar entre as principais contribuições encontradas na literatura e na discussão pública. Sendo assim, serão apresentados os aspectos mais fundamentais das teses inscritas nas posições teóricas do socialismo digital, do pós-capitalismo, do socialismo autogestionário, do ecossocialismo e do socialismo pós-capital. Importa, ainda, deixar bastante explícitas as diferenças entre os autores em termos de pensar a transição ao socialismo/pós-capitalismo no século XXI do ponto de vista do papel atribuído ao desenvolvimento das forças produtivas, assim como também das perspectivas acerca das necessidades de transformações na forma do Estado e do mercado e, sobretudo, da efetividade ou não de uma revolução para a supressão do próprio capitalismo.

Referências

ACOSTA, A. O bem viver: uma oportunidade para imaginar outros mundos. São Paulo: Autonomia Literária, Elefante, 2016.

BARBIERI, F. História do debate do cálculo econômico socialista. São Paulo: Instituto Ludwig von Mises Brasil, 2013.

BERNARDO, J. Para uma teoria do modo de produção comunista. Lisboa: Editora Afrontamento, 1975.

BORDA, O. F. El socialismo raizal y la Gran Colombia bolivariana. Caracas: Fundación Editorial El perro y la rana, 2008.

DIETERICH, S. H. El Socialismo del siglo XXI. Berlim: GegenStandpunkt, 2006.

LINERA, A. G. Socialismo Comunitário: un horizonte de época. La Paz: Vicepresidencia del Estado, Presidencia de la Asamblea Legislativa Plurinacional, 2015.

LOUREIRO, I. (org.) Socialismo ou barbárie: Rosa Luxemburgo no Brasil. São Paulo: Instituto Rosa Luxemburgo, 2008.

LÖWY, M. “Por um marxismo crítico”. In: BENSAÏD, D. & LÖWY, M. Marxismo, modernidade e utopia. São Paulo: Xamã, 2000.

_____. Ecologia e socialismo. São Paulo: Cortez, 2005.

_____. “Ecossocialismo e planejamento democrático”, Crítica Marxista, n. 28, pp. 35-50, 2009.

MASON, P. Pós-capitalismo: um guia para o nosso futuro. São Paulo: Companhia das Letras, 2017.

MAYER-SCHÖNBERGER, V. & RAMGE, T. Reinventing Capitalism in the Age of Big Data. New York: Basic Books, 2018.

MÉSZÁROS,I. Para além do capital: rumo a uma teoria da transição. São Paulo: Boitempo, 2002.

_____. O poder da ideologia. São Paulo: Boitempo, 2004.

MOROZOV, E. “Digital Socialism? The calculation debate in the age of Big Data”, New Left Review, n. 116/117, pp. 33-67, março-junho, 2019.

PRADO, E. “Do socialismo centrista ao socialismo democrático”, Revista da Sociedade Brasileira de Economia Política, n. 39, pp. 60-77, outubro, 2014.

_____. “Socialismo, utopia inviável? Parte 1, 2 e 3. 2019”. In: Outras Palavras. Disponível em: https://outraspalavras.net/alemdamercadoria/socialismo-utopia-inviavel-1/. Acesso em: 11/11/2020.

SAROS, D. Information Technology and Socialist Construction: The End of Capital and the Transition to Socialism. New York: Routledge, 2014.

SINGER, P. Uma utopia militante: repensando o socialismo. Rio de Janeiro: Vozes, 1998.

_____. “Oito hipóteses sobre a implantação do socialismo via autogestão”. In: Democracia e autogestão. São Paulo: Temporaes, 1999.

_____. “Desenvolvimento capitalista e desenvolvimento solidário”, Revista Estudos Avançados, v. 18, n. 51, pp. 7-22, 2004.

Downloads

Publicado

2021-08-26