A formação dos economistas e a economia política no Brasil

Autores

  • Paulo Nakatani Universidade Federal do Espírito Santo

Palavras-chave:

economia política, ensino de economia, Brasil

Resumo

Este texto foi especialmente redigido para a edição comemorativa dos 25 anos da Revista da Sociedade Brasileira de Economia Política - SEP. O texto foi escrito pelo quinto presidente (2008-2012), da Sociedade Brasileira de Economia Política.

Biografia do Autor

Paulo Nakatani, Universidade Federal do Espírito Santo

Professor do Departamento de Economia e do Programa de Pós-graduação em Política Social da UFES e ex-presidente da SEP (2008-2012).

Referências

AMIN, Samir. “O capitalismo senil”, Revista da Sociedade Brasileira de Economia Política, n. 11, pp. 79-102, Rio de Janeiro, dezembro 2002a.

____. Au-delà du Capitalisme Sénile. Paris: PUF, 2002b.

ANDREFF, Wladimir et alii. Economie Fiction. Paris: Maspero, 1982.

ANGE. Anais do IX Congresso da ANGE. Cadernos de Orientação Acadêmica 2. Vitória: UFES/ANGE, 1995.

____. Novas diretrizes dos Cursos de Ciências Econômicas. Cadernos de Orientação Acadêmica 2006. CORECON-GO, ANGE, 2006.

BCB. Banco Central do Brasil. Séries temporais. Produto Interno Bruto - Taxa de variação real no ano. Disponível em: https://www3.bcb.gov.br/sgspub/localizarseries/localizarSeries.do?method=prepararTelaLocalizarSeries. Acesso em: 22/03/2021.

BEINSTEIN, Jorge. Capitalismo senil. A grande crise do capitalismo global. São Paulo: Record, 2001.

BONFOND, Olivier. Il faut tuer TINA. 200 propositions pour rompre avec le fatalisme et changer le monde. Bélgica/Cuesmes: Éditions du Cérisier, 2017.

COFECON. O novo currículo de graduação em Ciências Econômicas. Textos para discussão no. 1. Rio de Janeiro: COFECON, 1984.

FGV. Revista Brasileira de Economia, v. 20, n. 4, 1966. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rbe/issue/view/20-4. Acesso em: 09/03/2021.

LEPAGE, Henri. Demain le capitalisme. Paris: Librarie Générale Française/Pluriel, 1978.

____. Demain le liberalisme. Paris: Librarie Générale Française/Pluriel, 1980.

MENDES, Armando Dias. Parecer 375/84 – aprovado em 06/06/84. In: COFECON. O novo currículo de graduação em Ciências Econômicas. Textos para discussão no 1. Rio de Janeiro: COFECON, 1984. p. 21-37.

POSSAS, Mário. “A cheia do ‘mainstream’: comentários sobre os rumos da ciência econômica”, Revista de Economia Contemporânea, v. 1, n. 1, jan./jun. 1997. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/rec/issue/view/1048. Acesso em: 02/03/2021.

TOLIPAN, R. & GUIMARÃES, E. “O curso de economia e a crise da teoria econômica”, Revista Literatura Econômica, v. 2, n. 1, IPEA, 1980.

VERSIANI, Flávio R. “O novo currículo mínimo de Economia e sua aplicação” In: COFECON. O novo currículo de graduação em Ciências Econômicas. Textos para discussão no. 1. Rio de Janeiro: COFECON, 1984, pp. 1-20.

Downloads

Publicado

2021-06-06